quarta-feira, 24 de maio de 2006

Whiter Shade of Pale

Assisti ontem de novo o filme "The Comitments". Simplesmente fabuloso, lírico, tragicômico. Numa parte o protagonista está em uma igreja e ouve a música "Whiter Shade of Pale" no órgão. O título já é uma promessa de imagens poéticas. Composta pelo grupo Procol Harum em 67, rapidamente tornou-se um estrondoso sucesso: enquanto "Sgt. Peppers" ocupava o topo das paradas no verão daquele ano na Inglaterra, nos E.U.A. o posto era dela. Com o órgão dando o tom numa atmosfera carregada de melancolia, "Whiter"... tem um quê de cafona, música de corno sertaneja, mela-cueca. Acho que sou um pouco cafona, gosto de Creedence e da trilha de "Os embalos de sábado à noite", entre outros hits de festas de formatura e botecos de cidade do interior. Pouco me importa.

We skipped a light fandango
turned cartwheels ´cross the floor
I was feeling kind of seasick
but the crowd called out for more

Mesmo traduzida, a letra não faz sentido, o que a torna ainda mais fascinante. Um tímido candidato a sedutor enche a cara num baile para diminuir o nervosismo e aos poucos vai ficando bêbado. Há uma analogia com um barco prestes a naufragar. Pelo menos é o que li num site. Em outro achei a letra completa, com duas estrofes a mais, onde fica clara a metáfora do navio perdido em mares desconhecidos. Ela fala de sentimentos muito humanos, vulnerável, universal e atemporal. E o melhor é que aqui você pode ouvi-la, inclusive escolhendo o intérprete. Uma das mais belas criações da música pop de todos os tempos.

3 comentários:

srta. bia disse...

é... nao sei absolutamente nada sobre eles. mas ei, é um filme, talvez assista em breve. thanks pelas ótimas dicas.

e sim, a srta. bia é várias em uma, mas acredite, nao é dificil escrever como ela ;-)

landika disse...

Não acho Creedence e não acho isso um gosto cafona, mas embalos de sabado a noite, apesar de classico é cafona, mas cool :D

Darwin disse...

Puxa, muita coisa interessante aqui. Eu queria ter tempo pra gastar aqui. Fui