domingo, 28 de maio de 2006

TC Parte 2 - Borges e os Mundos Imaginários

Em um de seus escritos, o ficcionista argentino Jorge Luis Borges fala de Uqbar, país de localização imprecisa, talvez na Ásia Menor. Fascinado por temas que desafiam a lógica cartesiana, Borges foi a fundo na pesquisa desse país que ninguém nunca tinha ouvido falar. Na The Anglo-American Cyclopaedia, ele encontra um verbete sobre o lugar, mas as referências geográficas confundem mais que esclarecem. O breve texto diz ainda que a literatura em Uqbar é de cunho fantástico e suas sagas mitológicas ocorrem no mundo imaginário de Tlon. Em outro livro, A First Encyclopaedia of Tlon ele encontra descrições detalhadas desse lugar, onde há tigres invisíveis, torres de sangue e os habitantes desconhecem o conceito de tempo. Suas investigações o guiam para a Inglaterra do Século XVII, em Londres onde uma sociedade secreta de nome Orbis Tertius resolveu inventar um país chamado Uqbar. A idéia era produzir um incrível volume de informações falsas e difundi-las em publicações sérias.

Um século depois, um americano milionário, Ezra Buckley decide que inventar um país não é suficiente. Ele quis desafiar Deus e criar todo um planeta, com tudo que você pensar dentro. 300 pessoas trabalharam por anos na enciclopédia de 40 volumes de Tlon. A conspiração chega a requintes como fabricar e distribuir objetos que só existiriam em Tlon.
Possível descrição de Tlon

Achei isso tudo muito interessante porque quando tinha uns 10 ou 12 anos eu também inventei um país, a Sarquínia, uma ilha no Pacífico com as dimensões da França e colonizada por holandeses. Na época eu estava muito influenciado pelo livro A Ilha, do Aldous Huxley e concebi a Sarquínia também como um lugar utópico, livre dos males da Civilização Ocidental.

A física quântica diz que basta você imaginar uma realidade que em alguma dimensão paralela ela vai acontecer, ou coisa parecida. Borges defende a mesma tese em seu conto, lembrando inclusive que, em latim, "descobrir" e "inventar" têm o mesmo significado. Então Tlon, Uqbar e Sarquínia são lugares bem reais em um Universo além do nosso alcance e compreensão. Sua fantasia de fazer amor com aquela pessoa que você julga inatingível, ou a cena em que você dá um murro no olho do seu chefe, imaginada tão vivamente, também se concretizou em outro lugar/tempo.

Um comentário:

Mgylin disse...

=), puxa, isso que é conspiração!
Mas faltou uma coisa, o Borges não teve uma enorme decepção ao descobrir(descobriu?)que era 'mentira'?
Ah, ultimamente eu não tenho me permitido achar interessante esses atos criativíssimos...são as preocupações, contas, impostos...