domingo, 5 de março de 2006

Grandes Enigmas da Humanidade - Parte 1


Talvez você já tenha ouvido falar dele. Um mapa incrivelmente antigo que descreve uma região, que só foi explorada séculos depois, com inacreditável precisão. O Mapa de Piri Reis. Este era um almirante graduado da marinha turca que em 1513 desenhou uma carta geográfica que mostra a costa ocidental da África, a costa leste da América do Sul e a costa norte da Antártida. Este último continente está perfeitamente detalhado. O mais extraordinário de tudo não é o fato de Piri Reis ter desenhado um mapa tão acurado de uma região que só foi descoberta 300 anos mais tarde, mas de que o mapa mostra a costa sob o gelo. Evidências geológicas mostram que a área citada está coberta de gelo desde, pelo menos, 6000 anos atrás...
O próprio Piri Reis afirmou que seu mapa foi baseado em cartas ainda mais antigas, uma vez que ele tinha acesso ilimitado à Biblioteca Imperial de Constantinopla (atual Istanbul) ; seu papel foi o de somente compilar diferentes mapas que já existiam. Especula-se que essas cartas vieram da Biblioteca de Alexandria, destruída nos primeiros séculos da Era Cristã.
E não é só isso: o documento foi exaustivamente estudado pelas maiores autoridades em cartografia e arqueologia nos últimos anos, confirmando sua autenticidade e ainda revelando que mesmo a projeção usada era correta. Para se fazer um mapa com tamanha exatidão - mais exato que cartas elaboradas há menos de um século - seria necessário sobrevoar a Antártida. Aviões há 6000 anos atrás?
Que avançada civilização teria habitado nosso planeta num tempo tão remoto? A historiografia clássica sustenta que a primeira civilização, os sumérios, teria surgido na Mesopotâmia por volta de 4000 A.C. A carta subverte este conceito e prova o quão pouco sabemos sobre nossos ancestrais, isso é, se são mesmo nossos ancestrais. Poderia ser um povo diferente de nós. De fato, diferentes culturas das mais variadas regiões do planeta mencionam "gigantes" que antes habitaram a terra, inclusive os sumérios, que os tinham como deuses, chamando-os de "nefilim". Erich Von Daniken achava que esses deuses na verdade eram astronautas... Mesmo na Bíblia encontramos referências a esses seres, como na história de Davi e Golias. Há ainda teorias que dizem que o continente antártico se localizava bem mais ao norte, sendo assim menos frio, uma possível localização da mítica Atlântida. Mas são necessários milhões de anos para uma massa de terra de tais proporções deslocar-se tanto.
Enfim, tudo que sabemos é que nada sabemos. Um brinde aos Mistérios da Vida!



Sugestão de drink para brindar os Mistérios da Vida

B 52


ingredientes

- uma parte de licor de café
- uma parte de irish cream
-uma parte de triple sec (licor tipo Cointreau ou Grand Marnier) ou absinto

preparação

Num copo de sua preferência (dependendo do apetite etílico), sirva primeiro o licor de café, em seguida o irish cream e finalize com o triple sec. "Acenda" a bebida com um isqueiro e beba de uma vez, com canudinho.

Nota: Para entrar em contato mais íntimo com o Mistério, recomenda-se usar o autêntico absinto, a bebida mais forte que se pode comprar no Brasil, com 54% de teor alcoólico. Cheers!

2 comentários:

landika disse...

adorei a receita da bebida! :D

Carol disse...

Não aguentei, li num dia o Guia!! Concordo que é melhor do que o filme. Ri sozinha, várias vezes!! Sobre o filme, ele passou na Mostra de Tiradentes com o Fernando Eiras (muuuito bom!) e a Dira Paes, bem noir, mas com uma leitura mais contemporânea, até porque os clássicos eram em preto e branco...ah! o diretor é o Gustavo Acioly, estreante em longa.
E vamos agitar uma festinha de reencontro, voto no drink pra comemorar! ;) Inté!