segunda-feira, 6 de março de 2006

Damn good movie

Num outro post coloquei a receita de um cocktail. Faltava bolar um brinde bacana. Aí lembrei do filme Blow, (acho que em português é Profissão de Risco) história real de um maluco (Johnny Depp) que de vapor vira o maior traficante de drogas dos E.U.A. e protegido do Pablo Escobar. O filme é bacana porque não tem aquele moralismo tão comum em obras que abordam esse tema, mas também não faz apologia das drogas. Limita-se a acompanhar a vida do cara com seus altos e baixos; ascensão, glória e decadência. Ele acaba descobrindo tarde demais quais são as coisas que realmente importam... Ótimas músicas, edição competente e até a Penelope Cruz (que a meu ver é péssima atriz) está bem no papel de mulher dele. Ele está preso até hoje, mas isso não impediu que se tornasse uma celebridade, tendo até seu próprio site: www.georgejung.com/
E nesse site ele reproduz o brinde que fazia com o pai, que eu achei muito legal:

May the wind always be at your back
and the sun upon your face
and the winds of destiny carry you aloft
to dance with the stars
Cheers!

Não sou bom tradutor, mas é mais ou menos isso:

Que o vento esteja sempre nas suas costas
e o sol no seu rosto
e que as asas do destino te elevem
para dançar com as estrelas

Num outro post (movie quotes 4) há um desabafo dele, triste, mas pungente e verdadeiro. Grande filme!

3 comentários:

landika disse...

Seus posts sobre filmes estao ótimos. Sobre tiras na net do pequeno ponei, eu tinha o endereço de um site...procure no google quem sabe. As versoes de musica a principio sao engraçadas, mas eu gosto de algumas e tb acho que as vezes fica melhor que o original. Vou tentar ler o conto!

Jana disse...

Interessante esse brinde.. vou ver se decoro p falar numa hora oportuna! hehe

e aí, o q vc achou do oscar?
Bjao

Anônimo disse...

Jana, falei do oscar no post Muito talento, pouco reconhecimento - Parte 1, tá meio escondido mesmo. Resumidamente: achei um porre, uma grande perda de tempo. E o reencontro da moçada?