segunda-feira, 12 de junho de 2006

Mitologia Egípcia - Nut e Geb (Parte 3)

Nut é a Deusa do céu estrelado, casada com Geb, o Deus da Terra. Seus filhos são Osiris e Seth, entre outros. Encontram-se a cada crepúsculo, quando Nut desce à Terra, causando a escuridão necessária para um encontro amoroso mais discreto. Se há uma tempestade durante o dia, é Nut aproximando-se da Terra, com saudades de Geb. Achei isso o supra-sumo do romantismo, me lembrou de um filme dos anos 80, LadyHawk - O Feitiço de Áquila. Alguém já disse que todas as histórias já foram contadas, o que muda é só sua roupagem. Eu concordo.
Nut era casada com , Deus dos Deuses, mas amava Geb. Rá descobriu a paixão secreta da esposa e para castigá-la, impediu-a de ter filhos nos 360 dias do ano. Isso entristeceu Nut e ela buscou ajuda com o sábio Deus Thoth. Nessa época a Lua era tão brilhante como o Sol e Thoth pegou um pouco da luz dela. A partir daí a Lua passou a ter fases, inchando e desinchando por causa da luz que perdeu. Com essa luz Thoth criou mais 5 dias do ano, resultando em um calendário semelhante ao nosso, com 365 dias. Nut teve 5 filhos, um para cada novo dia, e quando Osiris, o mais velho, nasceu, uma voz altíssima bradou: "O Senhor de toda a Terra acabou de ganhar vida". Seth odiava Osiris e fez algo terrível contra o próprio irmão. Descubra no próximo post. A figura mostra Nut em forma de semi-círculo, envolvendo Rá em seu barco, entre outras coisas.

Um comentário:

Let disse...

tb achei o cúmulo do romantismo... mas muito bonito!!! rss