sexta-feira, 11 de agosto de 2006

A Realidade da Mente - Parte 3

Psicologia, o estudo da mente. Todo estudo científico sobre a Arte, criação da mente, pode ser chamado de psicologia. Pode ter outras definições, mas vai sempre ser psicologia.

"Uma compreensão fundamental da psique humana é a chave para a mágica bem-sucedida"
Robert Houdin(Pai da Mágica Moderna)
Um parêntese sobre essa figura. Nascido na França, em 1856 foi enviado à Argélia - colônia francesa - para conter uma rebelião árabe, impressionando-os com seus truques. Ele deixou que um árabe desse um tiro nele. A bala, em vez de matá-lo, foi encontrada em sua boca. A comoção foi tamanha que os árabes passaram a temê-lo, crendo que ele era capaz de fazer qualquer coisa.

A compreensão da psicologia não significa que você vai sempre usá-la. É apenas o primeiro passo, sendo o segundo ter consciência dela e saber usá-la. Ela lida com diferenças sutis que levam a grandes distinções.


Neurociência
: ciência do cérebro, o aspecto físico da mente

Toda função da mente tem seu membro físico, o cérebro, para exercê-la. A mente é espiritual enquanto o cérebro é seu correspondente físico. Todo pensamento que temos causa uma reação nos neurônios correspondentes que enviam sinais através das sinapses resultando em atividade cerebral ou ações neuromusculares.

Portanto, quanto melhor estiver seu cérebro, melhor sua mente estará para funcionar na realidade física e vice versa. A mente, contudo, é superior. O nível físico da realidade sempre sujeita-se ao nível espiritual da realidade.

Toda desordem neurológica tem sua origem nas condições psicológicas. O problema com a psiquiatria é que ela tende a inverter a relação mente/cérebro.

Quando você acha que drogas são a solução, você não está lidando com a origem do problema, que em geral é de ordem psicoespiritual, e não puramente biológica. Elas apenas mascaram o que há de errado. A ocorrência de efeitos colaterais no uso de drogas psiquiátricas se deve à rejeição do corpo aos químicos ingeridos, mais do que isso, é uma tentativa de te conscientizar sobre seus problemas reais, da necessidade de encará-los e resolvê-los.

Um comentário:

Lidiane disse...

Menino, olha...
Os textos me interessam porque eu *adoro* esse assunto.
Mesmo.
Você já viu um filme chamado "quem somos nós"?

Agora... essas imagens!
Caraca!
A terceira é divina. Só não a teria em meu quarto porque não conseguiria dormir por causa das cores. Mas, certamente iria pra biblioteca da minha casa (que ainda não tem biblioteca - ainda). ;)

Beijos neurocientíficos.