quinta-feira, 19 de abril de 2007

O Ser Humano se supera nas capas de discos. Aleluia!

Que Marcel Duchamp, Pollock, Andy Warhol ou Roy Liechtenstein o quê! Pós Moderno é isso aí!

Mas que belo casal, almas gêmeas, feitos um para o outro. Imagino o repertório dessa dupla, chamada "As Bestas boa- pinta", ou algo assim. Os breganejos devem ter surrupiado muitas de suas canções.

São eles de novo, numa fase mais "cabeça". O simbolismo da capa revela a riqueza de suas idéias


"Boned" deriva de "boner", que significa... melhor não saber. Que sutileza, que refinamento!



É um pássaro? É um avião? Não, é o Super Cafona! Direto do Planeta Bizarro pra sua eletrola. Eletrola, sim senhor! Mais respeito com os fósseis.



Ah, esse é o cunhado que pedi a Deus. Reparem na originalíssima sobreposição de imagens e na combinação costeleta/bigodão.



Lembram dos obscuros irmãos Nelson? Pois eles evoluíram. Darwin ficaria orgulhoso.


Gostaram? Pois ainda não viram nada... Agora dá licença que eu preciso de um engov, aliás de uma caixa inteira.

Um comentário:

Lidiane disse...

Morri de rir aqui.
Claro.
Não apenas das capas, mas de seus comentários também.

A capa da guitarra é insuperável.
Muito, muito refinado. :P

E, não brigue, mas adorei a capa dos cachorros. :)

Bisu.